quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Mário Santos

Planejamento, instalação e configuração de redes de computadores, instalação de softwares e hardwares em geral. Rotinas de Backups. Remoção de Vírus e muito mais.


segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Ensinamentos das MÃES DE ANTIGAMENTE

Sua mãe era assim? rsrs....  


OS PSICÓLOGOS QUE ME PERDOEM......

MAS EU ACHO QUE ESSA ERA A PSICOLOGIA QUE FUNCIONAVA MESMO.... 
Ensinamentos das MÃES DE ANTIGAMENTE:


Pra lembrar,  e rir.
Coisas que nossas mães diziam e faziam...

Era uma forma, hoje condenada pelos educadores e psicólogos, mas funcionou com a gente e por isso não saímos seqüestrando a namorada, calculando a morte dos pais, ajudando bandido a sequestrar a mãe, não nos aproveitamos dos outros, não pegamos o que não é nosso, nem matando os outros por ai, etc...

Minha mãe ensinou a
VALORIZAR O SORRISO...
"ME RESPONDE DE NOVO E EU TE ARREBENTO OS DENTES!"


Minha mãe me ensinou a RETIDÃO...
"EU TE AJEITO NEM QUE SEJA NA PANCADA!"




Minha mãe me ensinou a DAR VALOR AO TRABALHO DOS OUTROS...
"SE VOCÊ E SEU IRMÃO QUEREM SE MATAR, VÃO PRA FORA. ACABEI DE LIMPAR A CASA!"


Minha mãe me ensinou LÓGICA E HIERARQUIA...
"PORQUE EU DIGO QUE É ASSIM! PONTO FINAL! QUEM É QUE MANDA AQUI?"





Minha mãe me ensinou o que é MOTIVAÇÃO...
"CONTINUA CHORANDO QUE EU VOU TE DAR UMA RAZÃO VERDADEIRA PARA VC CHORAR!"



Minha mãe me ensinou a CONTRADIÇÃO...
" FECHA A BOCA E COME!"


Minha Mãe me ensinou sobre
ANTECIPAÇÃO...
"ESPERA SÓ ATÉ SEU PAI CHEGAR EM CASA!"



Minha Mãe me ensinou sobre PACIÊNCIA...
"CALMA!... QUANDO CHEGARMOS EM CASA VOCÊ VAI VER SÓ..."


Minha Mãe me ensinou a
ENFRENTAR OS DESAFIOS...
"OLHE PARA MIM! ME RESPONDA QUANDO EU TE FIZER UMA PERGUNTA!"


Minha Mãe me ensinou sobre
RACIOCÍNIO LÓGICO...
"SE VOCÊ CAIR DESSA ÁRVORE VAI QUEBRAR O PESCOÇO E EU VOU TE DAR UMA SURRA!"



Minha Mãe me ensinou sobre o REINO ANIMAL...
"SE VOCÊ NÃO COMER ESSAS VERDURAS, OS BICHOS DA SUA BARRIGA VÃO COMER VOCÊ!"



Minha Mãe me ensinou sobre GENÉTICA...
"VOCÊ É IGUALZINHO AO SEU PAI!"



Minha Mãe me ensinou sobre minhas RAÍZES...
"TÁ PENSANDO QUE NASCEU DE FAMÍLIA RICA É?"


Minha Mãe me ensinou sobre a
SABEDORIA DE IDADE...
"QUANDO VOCÊ TIVER A MINHA IDADE, VOCÊ VAI ENTENDER."


Minha Mãe me ensinou sobre
JUSTIÇA...
"UM DIA VOCÊ TERÁ SEUS FILHOS, E EU ESPERO ELES FAÇAM PRÁ VOCÊ O MESMO QUE VOCÊ FAZ PRA MIM! AÍ VOCÊ VAI VER O QUE É BOM!"

Minha mãe me ensinou RELIGIÃO...
"MELHOR REZAR PARA ESSA MANCHA SAIR DO TAPETE!"


Minha mãe me ensinou o
BEIJO DE ESQUIMÓ...
"SE RABISCAR DE NOVO, EU ESFREGO SEU NARIZ NA PAREDE!"


Minha mãe me ensinou
CONTORCIONISMO...
"OLHA SÓ ESSA ORELHA! QUE NOJO!"



Minha mãe me ensinou
DETERMINAÇÃO...
"VAI FICAR AÍ SENTADO ATÉ COMER TODA COMIDA!"



Minha mãe me ensinou habilidades como VENTRÍLOGO...
"NÃO RESMUNGUE! CALA ESSA BOCA E ME DIGA POR QUE É QUE VOCÊ FEZ ISSO?"


Minha mãe me ensinou a SER OBJETIVO...
"EU TE AJEITO NUMA PANCADA SÓ!"



Minha mãe me ensinou a
ESCUTAR ...
"SE VOCÊ NÃO ABAIXAR O VOLUME, EU VOU AÍ E QUEBRO ESSE RÁDIO!"


Minha mãe me ensinou a TER GOSTO PELOS ESTUDOS...
"SE EU FOR AÍ E VOCÊ NÃO TIVER TERMINADO ESSA LIÇÃO, VOCÊ JÁ SABE!..."



Minha mãe me ajudou na
COORDENAÇÃO MOTORA...
"JUNTA AGORA ESSES BRINQUEDOS!! PEGA UM POR UM!!"



Minha mãe me ensinou os
NÚMEROS...
"VOU CONTAR ATÉ DEZ. SE ESSE VASO NÃO APARECER VOCÊ LEVA UMA SURRA!"



Brigadão, Mãe !!!

Eu não virei bandido.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Estamos com fome de amor...

O que temos visto por ai?
Baladas recheadas de garotas lindas,
 com roupas cada vez mais micros e transparentes.

Com suas danças e poses em closes ginecológicos, cada vez mais siliconadas, corpos esculpidos por cirurgias plásticas, como se fossem ao supermercado e pedissem o corte como se quer... mas?

Chegam sozinhas e saem sozinhas...
Empresários, advogados, engenheiros, analistas,
 
e outros mais que estudaram, estudaram, trabalharam,
 
alcançaram sucesso profissional e, sozinhas...
Tem mulher contratando homem para dançar com
 
elas em bailes, os novíssimos
"personal dancer", incrível.

E não é só sexo não!

Se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida?
Sexo se encontra nos classificados, nas esquinas,
 em qualquer lugar, mas apenas sexo!
Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho, sem necessariamente, ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico na cama... sexo de academia...

Fazer um jantar pra quem você gosta e depois
 saber que vão "apenas" dormir abraçadinhos, sem se preocuparem com as posições cabalisticas...
Sabe essas coisas simples, que perdemos nessa
 marcha de uma evolução cega.
Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção...

Tornamo-nos máquinas, e agora estamos desesperados
 
por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples
 
que a cada dia fica tão distante de nós...

Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada nos sites de relacionamentos "ORKUT", "PAR-PERFEITO" e tantos outros, veja o número de comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra viver sozinho!"

Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitárias, em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis, se olharmos as fotos de antigamente, pode ter certeza de que não são as mesmas pessoas, mulheres lindas se plastificando, se mutilando em nome da tal "beleza"...

Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento,
 e percebemos a cada dia mulheres e homens com cara de bonecas, sem rugas, sorriso preso e cada vez  mais sozinhos...

Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário...
Pra chegar a escrever essas bobagens? (mais que verdadeiras) é preciso ter a coragem de encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa...
Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia isso é julgado como feio
, démodê, brega, famílias preconceituosas...

Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções
 fazem-nos parecer ridículos, abobalhados...

Mas e daí?  Seja ridículo, mas seja feliz e não seja frustrado...
"Pague mico", saia gritando e falando o que sente, demonstre amor...
Você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais...

Perceba aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, ou talvez a pessoa que nada tem haver com o que imaginou mas que pode ser a mulher da sua vida...
E, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois...
Quem disse que ser adulto é ser ranzinza ?
 

Um ditado tibetano diz: "Se um problema é grande demais, não pense nele...  
E, se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele?"

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo, assistir desenho animado, rir de bobagens e ou ser um profissional de sucesso, que adora rir de si mesmo por ser estabanado...

O que realmente, não dá é para continuarmos achando que viver é out... ou in...
Que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo, que temos que querer a nossa mulher 24 horas, maquiada, e que ela tenha que ter o corpo das frutas tão em moda, na TV, e também na playboy e nos banheiros, eu duvido que nós homens queiramos uma mulher assim para viver ao nosso lado, para ser a mãe dos nossos filhos, gostamos sim de olhar, e imaginar a gostosa, mas é só isso, as mulheres inteligentes entendem e compreendem isso.

Queira do seu lado a mulher inteligente: "Vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois, ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida"...
 

Porque ter medo de dizer isso, porque ter medo de dizer: "amo você", "fica comigo", então não se importe com a opinião dos outros, seja feliz!

Antes ser idiota para as pessoas que infeliz para si mesmo!
Para ler, divulgar e . . . praticar !


(Arnaldo Jabor)

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Padre Fábio de Melo

"Eu sempre acho que às vezes na vida, a gente vive tão mal, às vezes a gente precisa perder as pessoas pra descobrir o valor que elas têm. Às vezes as pessoas precisam morrer pra gente saber a importância que elas tinham, e isso uma vez na minha vida isso aconteceu. Estava eu na minha casa de manhã, quando recebi um telefonema que minha irmã estava morta, minha irmã mais nova, cheia de vida de repente não existe mais.
Fico pensando assim, que às vezes na vida o ensinamento mais doído seja esse, quando na vida nos já não temos mais a oportunidade de fazer alguma coisa, e o inferno talvez seja isso, a impossibilidade de mudar alguma situação.
E quando as pessoas morrem já não á mais o que dizer, porque mortos não podem perdoar, mortos não podem sorrir, mortos não podem amar, nem tão pouco ouvir de nos que nos os amamos.
Eu me lembro que uma semana antes de minha irmã morrer, ela havia me ligado, foi à última vez que eu falei com ela e eu me recordo que naquele dia, eu estava apressado muita coisa pra fazer, e fiz questão de desligar o telefone rápido, sabe quando você fala, mas fala na correria porque você tem muita coisa pra fazer? E foi assim, se eu soubesse que aquela era a última oportunidade de ver minha irmã, de olhar nos olhos dela, de falar com ela, eu certamente teria esquecido toda a pressa, porque quando a vida é assim, e você sabe que é a ultima oportunidade, você não tem pressa pra mais nada, já não há mais o que eu fazer, e essa é a beleza da última ceia de Jesus.
Não há pressa, o momento é feito para celebrar, a mística da última ceia está ali, Jesus reúne aqueles que pra ele tinha um valor especial, inclusive o traidor estava lá.
E eu descobrir com isso, com a morte da minha irmã, q eu não tenho o direito de esperar amanhã pra dizer que amo, pra perdoar, para abraçar, dizer que é importante que é especial.
Não! O amanhã eu não sei se existe, mas o agora eu sei que existe, e às vezes na vida nos perdemos... Eu me lembro quantas vezes na minha vida de irmão com ela, nos passávamos uma semana sem nos falarmos, por que ouve uma briga uma confusão, a gente se dava o luxo de passar uma semana sem se falar, e hoje eu ano tenho mais nem 5 minutos pra conversar com alguém que foi importante, que foi parte de mim.
Não espere as pessoas morrerem, irem embora, não espere o definitivo bater na sua porta, nos não conhecemos a vida e não sabemos o que virá amanhã, viva como se fosse o último dia da sua história, se hoje você tivesse que realizar a sua última ceia, porque é conhecedor que hoje é o último de sua vida, certamente você não teria tempo pra pressa. Você celebraria até o fim e gostaria de ficar no lado de quem você ama. Viver o cristianismo, é fazer a dinâmica da última ceia todos os dias, viva como se fosse o ultimo dia da sua vida, viva como se fosse a ultima oportunidade de amar quem você ama, de olhar nos olhos de quem pra você é especial.
E depois que minha irmã morreu um tempo bem passado, eu descobrir porque eu gostava tanto dessa musica que vou cantar agora, ela não fala de um amor que foi embora, o compositor fez para a filha que morreu em um acidente, então, fica muito mais especial cantá-la e descobrir o cristianismo que está no meio das palavras, por que é assim, quando o outro vai embora é que a gente descobre o tamanho do espaço que ele ocupava.

“Não sei por que você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar...

Você marcou na minha vida
Viveu, morreu
Na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão
Que em minha porta bate...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Eu corro, fujo desta sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver prá não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Não sei por que você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar...

Você marcou em minha vida
Viveu, morreu
Na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão
Que em minha porta bate...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Eu corro, fujo desta sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver prá não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Eu gostava tanto de você!
Eu gostava tanto de você!
Eu gostava tanto de você!
Eu gostava tanto de você!

Agora o triste da música é que a gente precisa conjugar o verbo no passado, a pessoa já morreu, já não a mais o que fazer, mas não tem nenhum sofrimento nessa vida que passe por nos sem deixar nenhum ensinamento,...tem que nos ensinar, não dá pra sofrer em vão, alguma coisa a gente tem que extrair...extraia o sofrimento e descubra o ensinamento. Se ele algum dia me tocou e me deixou algum ensinamento eu faço questão de partilhá-lo com você agora. Depois da morte da minha irmã eu faço questão de viver a vida como se fosse o ultimo dia.
Já que o passado é coisa do inferno e a gente não ta no passado, muito menos no inferno...resta a possibilidade de mudar o verbo de trazê-lo para o presente e de cantá-lo olhando para as pessoas que são especiais, quem sabe cantando pra ela nesse momento...se ela ta do seu lado, se você tem algum amigo que mereça ouvir isso de você, alguém que faz diferença na sua história...ao invés de você dizer que gostava, você diz que gosta!
Vamos mudar o verbo! Vamos amar a vida! Vamos amar as pessoas antes que elas vão embora!
E eu...EU GOSTO TANTO DE VOCÊ! EU GOSTO TANTO DE VOCÊ!"

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Um Par De Sapato Velho

“ O segredo do êxito na vida do homem consiste em estar disposto a aproveitar a ocasião que se lhe depare"     Benjamin Disraeli 

UMA BOA LIÇÃO

Um estudante universitário saiu um dia a dar um passeio com um professor, a quem os alunos consideravam seu amigo devido à sua bondade para os que seguiam as suas instruções. 
Enquanto caminhavam, viram no seu caminho um par de sapatos velhos e calcularam que pertenciam a um homem que trabalhava no campo ao lado e que estava prestes a terminar o seu dia de trabalho .
O aluno disse ao professor: Vamos fazer-lhe uma brincadeira. Vamos esconder-lhe os sapatos e escondemo-nos atrás dos arbustos para ver a sua cara quando não os encontrar .
Meu querido amigo, disse o professor, nunca devemos divertir-nos à custa dos pobres.
Tu és rico e podes dar uma alegria a este homem. Coloca uma moeda em cada sapato e depois escondemo-nos para ver a sua reação quando os encontrar.
Fez isso e ambos se esconderam no meio dos arbustos. O pobre homem terminou as suas tarefas diárias e caminhou até aos sapatos, para voltar para casa .
Ao chegar junto dos sapatos deslizou o pé no sapato, mas sentiu algo dentro deste. Baixou-se para ver o que era e encontrou a moeda. Pasmado perguntou-se o que havia acontecido. Olhou a moeda e voltou-a e voltou a olhá-la.
Olhou à sua volta, para todos os lados, mas não via nada nem ninguém. Guardou-a no seu bolso e foi calçar o outro sapato. Sua surpresa foi ainda maior quando encontrou a outra moeda.
Seus sentimentos esmagaram-no. Pôs-se de joelhos, levantou o olhos ao céu, e em voz alta fez um enorme agradecimento, falando de sua esposa doente e sem ajuda, e de seus filhos que não tinham pão e devido a uma mão desconhecida não morreriam de fome.
O estudante ficou profundamente emocionado e seus olhos ficaram cheios de lágrimas.
Agora, disse o professor, não está mais satisfeito com esta brincadeira?
O jovem respondeu: Você ensinou-me uma lição que jamais hei de esquecer. Agora entendo algo que antes não entendia: é melhor dar do que receber.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

O HINO NACIONAL DOS PARAENSES



 O HINO NACIONAL DOS PARAENSES
          
O mais recente jogo de futebol entre as seleções brasileira e argentina, ontem, 28/09/2011, em Belém do Pará, reservou aos brasileiros patriotas de outras longitudes e latitudes uma grata e emocionante surpresa. 

Antes do embate esportivo e após a execução do hino do país ?hermano?, a banda de música deu início ao Hino Nacional brasileiro, belissimamente executado. Só que se limitou à pequena introdução, que se fez comum nos campos desportivos mundo afora e que fere uma antiga legislação, que proibia que se mutilasse o símbolo pátrio, que sempre deveria ser executado na íntegra e, se cantado, nas suas duas partes.
 
A surpresa adveio do eletrizante fato de, uma vez emudecida a banda, continuar a multidão, de cerca de quarenta mil pessoas, a entoar, a plenos pulmões e com toda a emoção, a bela canção pátria dos brasileiros, a mais linda do mundo! 

Uma corrente eletrizante percorreu o corpo e a alma de todos os que assistiram a tão único e vibrante episódio, ?in loco? ou pela televisão. Até o brincalhão Neymar chegou às lágrimas diante do maravilhoso espetáculo, proporcionado, em uníssono e espontaneamente, por aqueles brasileiros anônimos, que assim proclamavam, de forma tão forte e comovente, seu amor ao bendito País natal.
 
Os paraenses, homens, mulheres, crianças, idosos, filhos da Amazônia brasileira e descendentes legítimos de seus bravos desbravadores, todos mostraram que conhecem o Hino Nacional e têm prazer em cantá-lo.
 
Paralelamente, verifica-se que as escolas e os professores de lá ensinam seus alunos a cultuarem, amarem e respeitarem os símbolos nacionais. Que bom se tão belos exemplos se ramificassem e aplicassem por todo o território de Santa Cruz, em tantas partes com populações
tomadas pela descrença, pelo nihilismo e pelo cinismo que tanto refletem os péssimos exemplos dados pelos homens e mulheres investidos e dotados de poder sobre a sociedade, que tão mal vêm exercendo!
 
Jamais me conformei com o desrespeito do público ao Hino, em pugnas esportivas em outras plagas tupiniquins, com os presentes não observando silêncio, postura correta, não o cantando ou continuando a andar, falar, gesticular, inclusive os notórios cronistas esportivos!
 
Nunca entendi ou aceitei o fato de  os jogadores brasileiros, ao contrário de tantas equipes estrangeiras, que bradam aos céus o orgulho pátrio, manterem-se calados durante a execução do Hino, ou balbuciando algumas palavras, fingindo conhecer-lhe a letra. As câmeras de televisão, implacáveis, vem sempre mostrando essa triste e inaceitável realidade!
 
Os paraenses lavaram a alma dos brasileiros verdadeiros! Deram-nos novas e fundadas esperanças em relação ao futuro. Havendo amor e dedicação à Pátria e aos seus símbolos por parte do povo, nem legiões de traidores e canalhas serão capazes de obstar nossa caminhada rumo à grandeza, à felicidade, à paz e ao progresso!
 
Deus abençoe o Pará e seu povo! Deus salve o Brasil!

(Pedro Bial, O Globo, Rio de Janeiro, RJ, 29 de setembro de 2011.)

domingo, 30 de outubro de 2011

Turismo Paraense: análise de dificuldades e criação de portal

Resumo

Com o avanço tecnológico, a busca por informações na internet vem tornando-se um hábito no dia-a-dia das pessoas. E com esta visão, este artigo realiza uma análise, mediante pesquisa em campo, sobre o turismo na capital paraense para a criação de um portal que disponibilizará diversas informações sobre a cidade e citando ainda, as ferramentas utilizadas. Com ele é possível encontrar o histórico da cidade e dos pontos turísticos. O portal é auto-administrável para que as informações sejam atualizadas constantemente. O internauta encontrará facilmente as informações sobre a cidade, os eventos e muito mais em um único local, poupando assim, tempo em conhecer Belém em diversos sites disponíveis.

Artigo Completo

CONTROLE DE EXAMES LABORATORIAIS

Resumo
Este artigo apresenta um Sistema para Controle de Exames Laboratoriais, desenvolvido na linguagem de programação Java interligado com o banco de dados em MySQL. Foi realizada a informatização do sistema com a finalidade de atender clínicas, hospitais, laboratórios, planos de saúdes e principalmente os clientes, com a finalidade de ter um melhor controle com os resultados dos exames e serviços prestados na área da saúde. O sistema consiste no armazenamento dos resultados obtidos para que o paciente possa visualizá-los sempre que necessário via internet. Isto trouxe mais desempenho, economia de tempo, facilidade, comodidade, rapidez, segurança e um baixo custo para os clientes e as empresas ao utilizar o sistema, pois quando o médico solicita os exames desejados, basta acessá-lo no sistema ou via internet.

Artigo Completo


Controle da Trajetória de um Móvel

Resumo


Este artigo apresenta a prova de estabilidade para modelos cinemáticos de robôs móveis, em que o ponto guia do projeto foi baseado em microcontrolador que gerenciou por meio de programas computacionais analizados e desenvolvidos basicamente em linguagem C, C++, Java e Assembly, sensores ópticos utilizados para controlar um móvel em qualquer trajetória que a ele foi determinado.
 

OS PREJUÍZOS QUE A POLUIÇÃO SONORA TRAZ AOS PRÉDIOS DO CENTRO HISTÓRICO DE BELÉM

Resumo

Este trabalho mostra os males que a poluição sonora causa as estruturas dos prédios do Centro Histórico de Belém por meio da vibração sonora dos motores e buzinas dos carros que fazem sua rota em meio aos prédios históricos de Belém. O estudo foi motivado com a hipótese de que os imóveis estão apresentando rachaduras, e não são causadas apenas por vibrações mecânicas, mas também pelos elevados índices da freqüência sonora. Embora a pesquisa não apresente nenhum mecanismo para obter dados concretos de que realmente as vibrações sonoras prejudicam os prédios, o texto é baseado em estudos e pesquisas feitas em campo por professores e alunos, e obedece as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

ONG Movimento Missão Jovem

Fundado em 04/03/2001, tem entre os seus objetivos o desenvolvimento de projetos que propiciem aos comunitários, atividades que visem a formação de novas lideranças comunitárias, prestando assistencia às famílias carentes, promovendo o resgate de adolescentes e jovens em situação de risco social, com isso, minimizando a atuação de gangues e a ocorrência de furtos praticados na comunidade, ou seja, oportunizando aos jovens perspectivas que levem ao desenvolvimento social, econômico, ambiental e político; Estabelecendo ações que permitam o exercício de cidadania. Estes projetos são desenvolvidos por meio de parcerias com órgãos públicos e empresas privadas ou estatais. Atualmente conta-se ainda com o projeto Quintal Vivo que compreende uma horta comunitária. Existe uma parceria com a PETROBRAS, por meio da subsidiária TRANSPETRO.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Um Meio ou uma Desculpa

Lendo alguns dos milhares de e-mails que recebo todos os dias me deparei com esse texto, que muito explica a quem procura sucesso e não encontra, vale muito ler...
 (Por ROBERT SHINYASHIKI)
 Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes.
Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo.
Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo.
O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem, mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados. Não se compare à maioria, pois, infelizmente ela não é modelo de sucesso.
Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas.
Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão.
Terá de trabalhar enquanto os outros tomam sol à beira da piscina. A realização de um sonho depende de dedicação, há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está, em verdade a ilusão é combustível dos perdedores, pois...

Quem quer fazer alguma coisa, encontra um 
MEIO...Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa!
 

domingo, 22 de agosto de 2010

Cuida do Mais Importante

"Era uma vez o jovem que recebeu do rei a tarefa de levar uma mensagem e alguns diamantes a um outro rei de uma terra distante. Recebeu também o melhor cavalo do reino para levá-lo na jornada.

- Cuida do mais importante e cumprirás a missão!, - disse o soberano ao se despedir.

Assim, o jovem preparou o seu alforje, escondeu a mensagem na bainha da calça e colocou as pedras numa bolsa de couro amarrada à cintura, sob as vestes.

Pela manhã, bem cedo, sumiu no horizonte. E não pensava sequer em falhar.
Queria que todo o reino soubesse que era um nobre e valente rapaz.

Para cumprir rapidamente sua tarefa, por vezes deixava a estrada e pegava atalhos que sacrificavam sua montaria. Assim, exigia o máximo do animal.

Quando parava em uma estalagem, deixava o cavalo ao relento, não lhe aliviava da sela e nem da carga, tampouco se preocupava em dar-lhe de beber ou providenciar alguma ração.

- Assim, meu jovem, acabarás perdendo o animal. - disse alguém.


- Não me importo. - respondeu ele.  - Tenho dinheiro. Se este morrer,
compro outro. Nenhuma falta fará!"

Com o passar dos dias e sob tamanho esforço, o pobre animal não suportando mais os maus tratos, caiu morto na estrada. O jovem simplesmente o amaldiçoou e seguiu o caminho a pé.

Acontece que nessa parte do país havia poucas fazendas e eram muito distantes umas das outras. Passadas algumas horas, ele se deu conta da falta que lhe fazia o animal. Estava exausto e sedento. Já havia deixado pelo caminho toda a tralha, com exceção das pedras, pois lembrava da recomendação do rei:
 

"Cuide do mais importante!"

Seu passo se tornou curto e lento. As paradas, freqüentes e longas.
Como sabia que poderia cair a qualquer momento e temendo ser assaltado, escondeu as pedras no salto de sua bota. Mais tarde, caiu exausto no pé da estrada, onde ficou desacordado.

Para sua sorte, uma caravana de mercadores que seguia viagem para o seu reino, o encontrou e cuidou dele. Ao recobrar os sentidos, encontrou-se de volta em sua cidade.

Imediatamente foi ter com o rei para contar o que havia acontecido e com a maior desfaçatez, colocou toda a culpa do insucesso nas costas do cavalo "fraco e doente" que recebera.

- Porém, majestade, conforme me recomendaste, "cuidar do mais importante", aqui estão as pedras que me confiaste. Devolvo-as a ti.
Não perdi uma sequer.

O rei as recebeu de suas mãos com tristeza e o despediu, mostrando completa frieza diante de seus argumentos. Abatido, o jovem deixou o palácio arrasado.

Em casa, ao tirar a roupa suja, encontrou na bainha da calça a mensagem do rei, que dizia:
"Ao meu irmão, rei da terra do Norte. O jovem que te envio é candidato a casar com minha filha. Esta jornada é uma prova. Dei a ele alguns diamantes e um bom cavalo. Recomendei que cuidasse do mais importante.

Faz-me, portanto, este grande favor e verifique o estado do cavalo. Se o animal estiver forte e viçoso, saberei que o jovem aprecia a fidelidade e força de quem o auxilia na jornada. Se porém, perder o animal e apenas guardar as pedras, não será um bom marido nem rei, pois terá olhos apenas para o tesouro do reino e não dará importância à rainha nem àqueles que o servem".

Comparo esta história com o ser humano que segue sua jornada na vida, tão preocupado com seu exterior, isto é, com os bens, que tudo guarda como se fosse ouro, esquecendo de alimentar sua alma e espírito com a alegria e o amor de Deus. Certamente não cumprirá a missão, já que não sabe guardar o que é mais importante!


Vamos cumprir essa missão e lançar fora tudo o que nos impede de nos aproximarmos de Deus..."

(Momentos de Fé)

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

O Bambu Chinês

Recebi por e-mail, e resolvi compartilhar esta mensangem...

"Depois de plantada a semente deste incrível arbusto não se vê nada por aproximadamente 5 anos, exceto um lento desabrochar de um diminuto broto a partir do bulbo. Durante 5 anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu, mas... uma maciça e fibrosa estrutura de raiz que se estende vertical e horizontalmente pela terra está sendo construída. Então, no final do 5º ano, o bambu chinês cresce até atingir a altura de 25 metros."

Um escritor de nome Covey escreveu:

"Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e às vezes não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5.º ano chegará, e com ele virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava...
O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos e de nossos sonhos... Procure cultivar sempre dois bons hábitos em sua vida: a Persistência e a Paciência, pois você merece alcançar todos os seus sonhos ! "

"É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita
flexibilidade para se curvar ao chão."

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Cheiro de Deus


Um vento frio dançava ao redor da noite, enquanto o médico caminhava pelo pequeno hospital em direção ao quarto de Maria. Ainda meio tonta por causa da anestesia, seu marido, Pedro, segurava sua mão, esperando pelas últimas notícias da cirurgia. Naquela tarde complicações tinham forçado Maria, com apenas 24 semanas de gravidez, a sofrer uma cesariana de emergência, trazendo ao casal a nova filha, Carol. Mas as palavras do médico caíram como uma bomba sobre eles:
                - Não acredito que a criança sobreviva, há apenas 10% de chance dela passar desta noite. Entorpecido e incrédulos, Pedro e Maria escutaram o médico descrevendo os problemas que Carol enfrentaria se sobrevivesse. Ela nunca andaria, não falaria, provavelmente ficaria cega, e estaria entre a paralisia cerebral e o total retardamento mental.
                Durante a madrugada, enquanto a vida de Carol estava por um fio, Maria, entre um sono e outro, via crescer a idéia de que sua minúscula filha viveria para ser uma menina feliz e saudável. Mas Pedro, plenamente acordado, sabia que deveria convencer sua esposa do inevitável. Disse então, que eles precisavam conversar sobre o enterro. Maria, sem querer ouvir o marido, ignorava o que ele dizia. Como Carol estava muito fragilizada, mal podiam tocá-la ou levantá-la para demonstrarem seu afeto e que estavam ali esperando que fosse curada. Tudo o que podiam fazer era orar, pedindo a Deus que ficasse perto daquela menina tão querida e preciosa. Com o passar das semanas, Carol ganhou um pouco de peso e força. Quando completou dois meses, seus pais puderam dar-lhe o primeiro abraço. E dois meses mais tarde, embora os médicos continuassem a advertir que suas possibilidades de sobrevivência eram remotas, Carol foi para a casa, assim como sua mãe acreditava que acontecia. Hoje, Carol é um menina com um insaciável amor pela vida. Ela não demostra sinal de qualquer dano mental ou físico.
                Numa tarde, Carol estava sentada nas arquibancadas de um estádio, assistindo ao jogo do time de João, seu irmão. Como sempre, ela falava sem parar com sua mãe, quando de repente, deixou-se cair silenciosa, com a cabeça encostada no colo da mãe, e perguntou:
                - Está sentindo esse cheiro?
                - Sim, cheiro de chuva – respondeu a mãe. Carol fechou os olhos e novamente perguntou:
                - A senhora está sentindo este cheiro?
                - Sim, acho que vamos nos molhar, é cheiro de chuva. Carol sacudiu a cabeça e falou:
                - Não, é o cheiro Dele, é o cheiro de Deus que eu sinto quando coloco a cabeça próxima ao seu coração. Emocionada, Maria viu nas palavras da filha a confirmação do que ela e toda a família já sabiam desde o inicio. Durante aqueles longos dias e noites dos seus primeiros meses de vida, quando seus nervos eram por demais sensíveis para que a mãe pudesse tocá-la, Deus segurava Carol contra  Seu peito e deixava em seu coração o Seu perfume de amor, o qual ela jamais esqueceria.
Moral da história: Você ainda acha que Jesus não pode fazer o impossível na sua vida? Faça esta experiência, se lance nos braços de Jesus e veja quantos milagres acontecem com você! Deus transforma o impossível em POSSÍVEL...
(Momento de Fé)

terça-feira, 20 de julho de 2010

Dia do Amigo

"Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho.

Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras vemos apenas entre um passo e outro.
A todas elas chamamos de amigo. Há muitos tipos de amigos.
Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles.
O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o amigo mãe.
Mostram o que é ter vida.
Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós.
Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem.
Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar os nossos caminhos. Muitos desses denominamos amigos do peito, do coração. São sinceros, verdadeiros; sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz feliz...
As vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e então é chamado de amigo namorado.
Este dá brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés.
Mas também há aqueles amigos por um tempo, estes costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos por perto.
Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes e continuam alimentando a nossa raiz com alegria.
Desejo a todos vocês, folhas da minha árvore, arvore de amizades, Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade... Hoje e Sempre...
Simplesmente porque: Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós.
Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e é a prova quase evidente de que duas almas não se encontram por acaso, e são chamados de amigos anjos de Deus em nossas vidas. Feliz dia da amizade."

terça-feira, 13 de julho de 2010

Você tem experiência?

Dizem que em um processo da Volkswagen os candidatos precisariam responder a seguinte pergunta: você tem experiencia? a redação abaixo foi a campeã:

Você tem experiência?

Já fiz cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar, já me queimei
brincando com vela.
Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto, já conversei com o
espelho, e até já brinquei de ser bruxo.
Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista.
Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora. Já passei trote
por telefone.
Já tomei banho de chuva e acabei me viciando.
Já roubei beijo.
Já confundi sentimentos.
Peguei atalho errado e continuo andando pelo desconhecido.
Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro, já me cortei fazendo a
barba apressado, já chorei ouvindo música no ônibus.
Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais
difíceis de se esquecer.
Já subi escondido no telhado pra tentar pegar estrelas, já subi em árvore
pra roubar fruta, já caí da escada de bunda.
Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola, já chorei sentado no
chão do banheiro, já fugi de casa pra sempre, e voltei no outro instante.
Já corri pra não deixar alguém chorando, já fiquei sozinho no meio de mil
pessoas sentindo falta de uma só.
Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado, já me joguei na piscina sem
vontade de voltar, já bebi uísque até sentir dormentes os meus lábios, já
olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar.
Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso, já quase morri de amor, mas
renasci novamente pra ver o sorriso de alguém especial.
Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar.
Já apostei em correr descalço na rua, já gritei de felicidade, já roubei
rosas num enorme jardim.
Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre era um "para
sempre" pela metade.
Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol, já chorei por ver
amigos partindo, mas descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão.

Foram tantas coisas feitas, momentos fotografados pelas lentes da emoção,
guardados num baú, chamado coração.

E agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita:
"Qual sua experiência?"

Essa pergunta ecoa no meu cérebro: experiência...experiência...

Será que ser "plantador de sorrisos" é uma boa experiência? Não!!!

Talvez eles não saibam ainda colher sonhos!

Agora gostaria de indagar uma pequena coisa para quem formulou esta pergunta:

Experiência? Quem a tem, se a todo momento tudo se renova?"

(Autor desconhecido)

domingo, 11 de julho de 2010

O Pãozinho

Há muitos anos, houve um período de grande fome no mundo, e os pobres sofriam muito sem ter o que comer. Um homem rico, que amava crianças, chamou vinte delas e disse:
- Nesta cesta há um pão para cada um de vocês. Peguem e voltem todos os dias, até passar esta época de fome. Vou lhes dar um pão por dia. As crianças estavam esfomeadas. Partiram para cima da cesta e brigaram pelos maiores pães. Nem se lembraram de agradecer ao homem que tivera tanta bondade para com elas. Após alguns minutos de briga e avanço nos pães, todos foram embora correndo, cada um com seu pão, exceto um menininha chamada Maria.
Ela ficou lá, sozinha, à pequena distância do homem. Então, sorrindo, ela pegou o último pão, o menor de todos, e agradeceu de coração. No dia seguinte as crianças vieram e se comportaram pior que no dia anterior. Maria, que não entrava na confusão, ficou somente com um pãozinho fininho, que não era nem a metade do tamanho dos outros. Porém, quando chegou em casa e a mãe foi cortar o pãozinho, caíram de dentro dele seis moedas bem brilhantes de prata.
- Oh, Maria! Exclamou a mãe. – Deve haver algum engano, esse dinheiro não nos pertence. Corra o mais rápido que puder e devolva-o ao seu dono! Maria correu para devolver o dinheiro, mas, quando deu o recado da mãe, o senhor lhe disse:
- Não, não foi engano nenhum. Eu mandei colocar as moedas no menor dos pães, para recompensá-la. Lembre-se sempre que as pessoas que se contentam com o menor pedaço, e ainda lembram de agradecer por ele, vão receber muitas bênçãos bem mais valiosas que o dinheiro que você encontrou nesse pão.
Moral da história: Jesus, em Sua infinita misericórdia, derrama muitas graças sobre cada um de nós. Ele sempre está com os olhos voltados para nossa direção. Ele nos pede para sermos humildes e estarmos dispostos a nos despojarmos dos nossos desejos, na realização da Sua vontade e no serviço ao próximo.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Como disse Mário Quintana...

"Com o tempo você vai percebendo que para ser feliz com outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama ou acha que ama, e que não quer nada com você, definitivamente, não é a pessoa da sua vida. Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você. O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você..!"

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Conselhos

"Dona Luiza era uma senhora de 92 anos, impecável, elegantemente vestida e bem penteada. Estava de mudança para uma casa de repouso, pois, o marido com quem vivera durante 70 anos, havia morrido e ela ficara só...
Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela deu um lindo sorriso quando a atendente veio dizer que seu quarto estava pronto. A caminho de sua nova morada, a atendente ia descrevendo em detalhes o minúsculo quartinho, inclusive as cortinas floridas que enfeitavam a janela.
- Ah, eu adoro essas cortinas - disse ela, com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.
- Mas a senhora ainda nem viu seu quarto...
- Nem preciso ver - respondeu - a felicidade é algo que você decide de antemão. E eu já decidi que vou gostar! É uma decisão que tomo todos os dias, quando acordo. Sabe, eu tenho duas escolhas: posso passar o dia inteiro na cama, contando as dificuldades que tenho em algumas partes do meu corpo que não funcionam bem, ou posso levantar-me da cama agradecendo pelas outras que ainda me obedessem. Cada dia é um presente do alto, e quando meus olhos se abrem, vou focalizá-los no novo dia e também nas boas lembranças que eu guardei para este momento da minha vida."

Moral da história: A vida não é medida pelo número de vezes em que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego ao sorrir ou em ocasiões de surpresa e de felicidade!
Fica a pergunta: O que estamos plantando? Amor ou ressentemento? Vida ou morte? Que Jesus nos faça testemunha de uma vida na sua graça!

sábado, 3 de julho de 2010

O que colocar no currículo

Depois de receber muitos pedidos de ajuda para criar currículos, resolvi criar esta postagem para ajudar a quem precisa. Um currículo imbatível, sem dúvida pesa muito mais na hora da contratação, ele nada mais é, que a forma de cada profissional vender seu trabalho. Erros de português, falta de clareza, ausência de concisão e informações desnecessárias são comuns, de acordo com profissionais de recrutamento e seleção. Confira a seguir, as recomendações de profissionais de TI para elaboração de currículos, o cartão postal de quem almeja um emprego:

DIGA QUEM VOCÊ É
Comece sempre com seu nome completo. Se quiser, informe também seu estado civil. Números de CPF e RG são totalmente dispensáveis, diz Ricardo Basaglia, headhunter da Michael Page.

NÃO SE ESCONDA
Logo abaixo de seu nome coloque telefones para contato, e-mail e cidade. O endereço também pode aparecer, mas não é fundamental. É importante que informe a cidade de domicilio segundo Rodolfo Ohl. Alguém que esteja disposto a mudar, também pode fazer constar as cidades nas quais aceitaria trabalhar.

OBJETIVOS CLAROS
O objetivo deve estar claramente explícito logo abaixo da identificação e dos contatos. Quem quiser ser coordenador de TI, deve colocar isso no currículo. No caso de o recrutador usar um mecanismo de busca, ele vai usar esta informação no campo da pesquisa, afirma Ohl. Além de encontrar possíveis interessados mais facilmente, em instantes ele decide se vai continuar lendo os restantes de currículos ou não.

DIGA DO QUE É CAPAZ
Logo depois do objetivo, você deve deixar bem claro do que é capaz de fazer, resumindo suas principais qualificações, neste ponto é importante dizer os projetos, realizações e certificações. Essas informações devem ser postas em cerca de 5 ou 6 linhas. Depois diga as empresas em que já trabalhou, mostrando os projetos já realizados e a sua participação neles. “As pessoas listam os conhecimentos técnicos, mas é mais importante mostrar os ganhos práticos, como economia de custo, aumento de receita, etc.”, diz Basaglia. No final do currículo, liste as certificações e informe quais organizações as concederam.

CONCISÃO É ESSENCIAL
Ele não deve exceder duas páginas, mais que isso pode desmotivar o examinador. “Lembre-se de que currículo é diferente de histórico profissional, já recebi currículos com diversas páginas de Word”, afirma Koan Song, gerente operacional de RH info.

FALE APENAS A VERDADE
Nem pensar em dizer coisas que não existem apenas para impressionar o recrutador. Se seu inglês é intermediário, diga apenas isso, se não participou de um projeto importante numa das empresas pelas quais passou, de forma alguma coloque isso no currículo. Essa mentira pode ser descoberta no momento da entrevista ou mesmo depois de conseguir o emprego, isso vai pegar muito mal.

PORTUGUÊS IMPECÁVEL
Parece ser óbvio dizer que tem que estar livre de qualquer tipo de erros ortográficos e gramaticais, na verdade muitos currículos apresentam erros inadmissíveis, caso tenha dúvida de uma palavra, mude para outra sinônima, ou procure ajuda de alguém para corrigir, de forma alguma apresente um currículo com dúvidas de algumas palavras.

APRESENTE-SE BEM
Escreva uma carta de apresentação clara, objetiva e resumida. Procure conhecer a empresa antes da entrevista, seus produtos, serviços e projetos e faça textos personalizados. Atualmente, muitas empresas recrutadores utilizam os serviços de e-mail para receber currículos, nestes casos, a apresentação deve ser no corpo da mensagem, diz Song.

VISTA-SE BEM
A primeira impressão é a que fica, não existe segunda primeira impressão, portanto, vista-se adequadamente para uma entrevista, roupas mais ousadas devem ser para baladas e outras festas, dê preferência a um estilo mais social para emprego. Muitos recrutadores começam a entrevista pelos trajes dos entrevistados, portanto recomenda-se estar bem vestido. E fale apenas o que se espera de você, responda apenas o que foi perguntado e nada de contar histórias no momento da entrevista, limite-se ao necessário.

NA PRÁTICA
A seguir alguns links de modelos de currículos:

Desenvolvedor: www.info.abril.com.br/downloads/modelo-de-curriculo-para-desenvolvedores;

Especialista em infraestrutura: www.info.abril.com.br/downloads/modelo-de-curriculo-para-profissionais-de-infraestrutura;

Profissionais de TI: www.info.abril.com.br/downloads/modelo-de-curriculo-para-profissionais-de-ti;

Outros modelos em: www.meucurriculum.com;

Texto adaptado de DicasInfo EXAME. Ed. 70.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

O Milho Grande

"Essa é a história de um fazendeiro bem sucedido. Ano após ano ele ganhava o troféu "MILHO GIGANTE" na Feira de Agricultura do seu município. Chegava com uma amostra do milho na Feira, e saía vencedor com uma faixa azul recobrindo o seu peito.
O milho que produzia era melhor a cada ano.
Numa dessas ocasiões, um repórter do jornal, ao abordá-lo após a já tradicional colocação da faixa, ficou intrigado com a informação dada pelo entrevistado sobre como costumava cultivar o seu qualificado e valioso produto.
O repórter descobriu que o fazendeiro compartilhava a semente do milho gigante com os vizinhos.
Indagou o repórter: - Como você pode se dispor a compartilhar a sua melhor semente com seus vizinhos, quando eles estão competindo com você a cada ano?
O fazendeiro pensou por um instante e respondeu:
— Você não sabe? O vento carrega o pó do milho maduro de um campo para o outro. Se meus vizinhos cultivarem um milho inferior, a polinização degradará continuamente a qualidade da minha plantação. Se eu quiser cultivar um milho bom eu tenho que ajudar os meus vizinhos a também cultivarem um milho bom."

Moral da história:
A produção de milho do fazendeiro não poderia melhorar se a do vizinho também não tivesse sua qualidade melhorada. Isto vale para qualquer dimensão de nossas vidas. Os que escolhem estar em paz, devem fazer com que seus vizinhos estejam em paz, os que querem viver bem, têm que ajudar os outros a viverem bem, e os que querem ser felizes, têm que ajudar os outros a encontrarem a felicidade, pois é também no relacionamento com os outros que depende a construção de nossas vidas.

(Autor desconhecido)

quarta-feira, 30 de junho de 2010

A rã e a Falta de Humildade

   "Uma rã se perguntava como podia afastar-se do clima frio do inverno. Alguns gansos sugeriram que emigrasse com eles, mas o problema era que a rã não sabia voar.
Deixe-me pensar – disse a rã – tenho uma mente espetacular.
   Logo pediu a dois gansos, que a ajudaram a apanhar um galho forte, cada um sustentando-o por uma extremidade. A rã pensava em segurar-se pela boca.
   No devido tempo, os gansos e a rã começaram a travessia. E num determinado momento, passaram por uma pequena aldeia e os habitantes dali saíram para ver o inusitado espetáculo.
Alguém perguntou:
De quem foi tão brilhante idéia?
A rã se sentiu tão orgulhosa que exclamou:
Fui eu!
Seu orgulho foi sua ruína, porque no momento em que abriu a boca, ela se soltou do galho, caiu no vazio e morreu."

   Muitas vezes nos deixamos levar pelo orgulho, de mostrar as pessoas que somos melhores, que temos grandes idéias, e nos esquecemos de ter humildade, isso pode fazer cair por terra o plano mais excelente.

O Valor da Humildade


"Você sabe por que o mar é tão grande?
Tão imenso? Tão poderoso?
É porque teve a humildade de colocar-se alguns centímetros
abaixo de todos os rios.
Sabendo receber, tornou-se grande.
Se quisesse ser o primeiro, centímetros acima de todos os rios,
não seria mar, mas sim uma ilha.
Toda sua água iria para os outros e estaria isolado.
A perda faz parte.
A queda faz parte.
A morte faz parte.
É impossível vivermos satisfatoriamente.
Precisamos aprender a perder, a cair, a errar e a morrer.
Impossível ganhar sem saber perder.
Impossível andar sem saber cair.
Impossível acertar sem saber errar.
Impossível viver sem saber viver.
Se aprenderes a perder, a cair, a errar, ninguém mais o controlará.
Porque o máximo que poderá acontecer a você é cair, errar e perder.
E isto você já sabe."
Desejo que em seu coração, mesmo magoado por situações adversas, possa recomeçar sua vida amando pessoas, amando a vida. Quem ama a vida e as pessoas se torna grande.

sábado, 1 de maio de 2010

Apple lança o iPad 3G



A Apple lançou ontem, 30/4, a versão 3G do seu aclamado gadget, o iPad. A grande novidade do modelo é a conexão móvel à web que usará a rede da operadora AT&T.

De acordo com especialistas, o modelo é a melhor opção para quem quer comprar o tablet da Apple, mesmo com a diferença de US$ 130. Para os brasileiros que se animaram com a ideia, no entanto, uma má notícia: além do gadget não ter data para chegar por essas bandas, o padrão SIM Card utilizado nos Estados Unidos é diferente do brasileiro, o que o torna incompatível com os cartões daqui.

As primeiras lojas tinham previsão de abertura para a venda do esperado aparelho para 5h (9h de Brasília). Sua versão mais barata custa US$ 629 e tem 16 GB de espaço para armazenamento.

Publicada em Olhar Digital: http://olhardigital.uol.com.br/digital_news/noticia.php?id_conteudo=11488&/APPLE+LANCA+O+IPAD+3G

Turma de Computação IESAM 2007 - Formandos

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Pensamento para o dia

“Há homens que lutam um dia e são bons.
Há outros que lutam um ano e são melhores.
Há os que lutam muitos anos e são muito bons.
Porém, há os que lutam toda a vida.
Esses são os imprescindíveis.”

Bertolt Brecht

Vamos falar de Ex?

Não sei como tem gente que tem raiva de ex-amor ( ex-paquera, ex-namorado, ex-noivo, ex-marido ). Amores que acabam fazem parte da história de uma pessoa, tantos como os amores do momento, assim como os amores que virão. Se um dia amei, é porque vi naquela pessoa coisas que me encantaram, me arrebataram, se encaixaram comigo e me ajudaram a ser quem sou hoje. Negar o valor de um ex-amor é negar uma parte de si mesma. Até os que foram um tremendo erro, até os que me abandonaram, até mesmo os que me fizeram sofrer horrores, gosto ainda deles, e os respeito como amores que foram. Não desejo o mal, não os esqueço, não os diminuo, nem os apago. Os ex- me ensinam que é uma delícia olhar pra trás e ver que, dores à parte, somos capazes de superar um amor perdido e continuar com as boas lembranças, prontas para cometer novos e deliciosos erros. O movimento da vida é bom, inclusive no amor.

Não tenho raiva de nenhum deles, os meus ex-. Nem do que traiu, me beijava tão bem. Nem do que me deixou, mas me fazia sentir tão amada. Nem do que me cansou, mas me ensinou tantas coisas. Nem do que me enganou, mas fazia meu coração disparar ao menor sinal da sua presença. Alguns eu tenho muita pena de ter perdido. Outros eu tenho muito arrependimento de ter deixado. Outros eu tenho alívio por terem sumido. E outros eu fico me perguntando o que foi mesmo que eu enxerguei pra um dia estar apaixonada. Mas nenhuma das minhas paixões, nenhum deles eu riscaria do meu caderninho de recordações. Prefiro lembrar, sempre. Lembrar de tudo, o máximo que conseguir, pra não me deixar esquecida de mim mesma.

O prefixo ex-, que vem da preposição latina exe, indica que houve um “movimento para fora”; algo saiu de onde antes estava tão bem ajeitado. Algo era, mas deixou de ser. E por isso, usado sempre com hífen ( pra que as coisas fiquem BEM separadas ), o ex- vem indicar que coisas mudaram, mas ainda há uma palavrinha inteira lá, depois, pra mostrar o tamanho da importância que a pessoa teve.

Por outro lado, também não entendo como tem gente que vira melhor amiga de ex-amor. Não entendo como pode ser servida a água limpa e purificada da amizade no mesmo copo onde antes estava o embriagante e marcante vinho do amor. Sempre vai ficar um gosto forte no fundo, lembrando ao paladar que aquela água não é como as outras. E quanto mais vinho ficou no copo, pior a situação. Algumas vezes o copo é quebrado em mil caquinhos, e não dá pra recuperar mais nada. Outras raras vezes o copo é tão bem limpo que fica quase imperceptível, e aí dá até pra tentar uma amizade. Mas pra mim isso nunca deu certo. Ex-amor tem que ficar lá, no passado, guardado com o carinho que merece, mas sem ficar à mostra pra lembrar o meu fracasso, a minha perda, a minha incompetência no amor. Gosto dos meus ex-amores, mas os quero longe de mim. Não gosto de cicatrizes que ainda dóem.

E também não entendo como tem gente que fica em eternos vai e volta com ex-amores. Conheço moça que teve três homens na vida, mas com eles somou mais de doze relacionamentos. Num eterno amar e desamar, quem volta com ex- acaba perdendo a chance de reconstruir uma nova história, com aquele aroma da novidade. Por preguiça, por medo ou por falta de opção, não se deve voltar com ex-amor. A não ser que ele ainda seja amor… Sem prefixo nenhum. AMOR total.

O tempo, implacável tempo, passa tão rápido e acaba fazendo a gente se esquecer de alguns ex-amores quase que completamente. Dia desses estava na Livraria Saraiva, entretida e encantada com as novidades do mercado literário, vampiros e mais vampiros... só e tranquila, quando ele veio e tocou meu ombro. Meu primeiro namorado e homem da minha vida, Léo. Até que ele sorriu, e o sorriso me reencantou. Lembrei que ele ria gostoso, como menino, que o sorriso dele me iluminava e os olhos dele eram de um verde tão lindo que me fazia lembrar o mar mais bonito que eu já tinha visto na vida. Anos sem saber um do outro. Quanta notícia! No sofá da livraria, nos atualizamos um do outro: o que estudamos, no que trabalhamos, ele com namoros fracassados, eu com sonhos irrealizados, você era tão diferente das outras, você era tão esperto e esforçado, nunca esqueci você, de vez em quando me lembro, você tá tão bonita , você parece tão mais seguro, lembra aquele dia, lembra aquela noite, eu fazia tudo pra você, eu adorava o seu jeito de andar. E por que foi mesmo que a gente se separou? Eu era tão medrosa, eu era tão bobo. Mas agora não somos mais. Me dá seu telefone… Ligo e… Quem sabe? A vida dá tantas voltas…

E foi então que no fundo dos olhos dele eu vi uma sombra muito grande que eu não queria que voltasse a me envolver, nunca mais. E deixei ele ir com o meu número de telefone… Errado. Porque a vida com um ex-amor, a gente já conhece mais ou menos como é. As pessoas não mudam tanto assim. Mas a vida com um novo amor… É um leque de possibilidades. Tudo pode acontecer.

Pelo menos até ele virar ex-.

Texto por: Vivi Bazilio